• Carros elétricos são destaque no Salão do Automóvel em Frankfurt

    16/09/2017

    Os carros movidos a energia elétrica são destaque na 67º edição do Salão do Automóvel de Frankfurt. Cumprindo agenda de trabalho na Alemanha, o secretário de Desenvolvimento e Competitividade do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Igor Calvet, visitou, neste sábado, os estandes das montadoras e fornecedoras do setor automotivo.

    “As principais marcas, entre elas BMW, Mercedes e Volkswagen, estão apresentando modelos elétricos e híbridos, que funcionam com motor à combustão e elétrico. Na Europa, o preço se torna competitivo porque o governo oferece um subsídio para os consumidores. No Brasil, também precisamos desenvolver um modelo que torne, ao longo do tempo, o preço deste tipo de veículo atraente no mercado”, avaliou o secretário.

    Calvet estava acompanhando de una comitiva do governo brasileiro, formada por integrantes da ABDI, Apex-Brasil, Aneel e dos Ministérios das Cidades, Minas e Energia e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Como explicou o secretário, o Salão é uma vitrine do que será visto nos próximos anos nas ruas. Para ele, a indústria nacional precisa estar atenta às novidades apresentadas em Frankfurt.

    O Salão do Automóvel de Frankfurt é um dos maiores de eventos do setor automotivo. Há cerca de mil expositores de 35 países nos 200 mil m2 de exposição. “É preciso que o Brasil acompanhe com atenção os novos lançamentos, como os carros movidos a propulsão elétrica. A indústria automotiva é responsável por mais de 1,6 milhão de empregos diretos e indiretos no Brasil. Sua capacidade produtiva é de cinco milhões de veículos por ano. Precisamos acompanhar o passo de grandes mercados, como o europeu”, disse.

    Novas tendências

    Gigantes mundiais como Mercedes, Volkswagen e BMW apresentaram em seus estandes modelos hídridos e elétricos, com autonomias e tecnologias cada vez mais ampliadas. Os modelos vêm ganhando espaço no mercado. Segundo dados da BMW, nos últimos três anos foram vendidos 100 mil carros elétricos. Nos próximos anos, o valor deverá ter um crescimento exponencial: a BMW afirma já ter superado esta marca nos primeiros nove meses deste ano.

    No estande da Mercedes, o grupo conheceu o “Ônibus do futuro”, uma solução de transporte público com condução autônoma. No ano passado, o automóvel passou por testes em Amsterdam. Equipado com radar, GPS e câmeras no painel frontal, o ônibus detecta obstáculos na pista e abre automaticamente suas portas para embarque e desembarque de passageiros. A montadora também apresentou nesta edição do Salão modelos movidos a energia solar e hidrogênio.

    Cooperação técnica

    A visita do secretário à Alemanha, que acontece desde quarta-feira (13/9), é promovida pelo Promob-e – Sistemas de Propulsão Eficiente, executado pelo MDIC. A iniciativa faz parte do acordo de cooperação técnica firmado em janeiro deste ano com o Ministério Alemão de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ, na sigla em alemão), por meio da Agência de Cooperação Internacional (GIZ).

    No domingo (17), a comitiva do governo brasileiro se reunirá com representantes da indústria automotiva alemã. A agenda encerra na segunda-feira (18), em Berlim, quando haverá um encontro com membros da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica (NPE), conselho do governo alemão que recomenda ações e políticas para a indústria relacionadas à eletromobilidade. De tarde, o grupo se encontra com integrantes do Ministério Alemão para Economia e Energia (BMWi). Na pauta, estão as políticas para o desenvolvimento da mobilidade elétrica.

    Fonte: MDIC