• Lula defende área de livre comércio do G-20 aberta a países em desenvolvimento

    12/12/2003

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje a criação de uma área de livre comércio entre os países do G-20, aberta também aos países em desenvolvimento. Ao receber, no Palácio do Planalto, representantes da delegação ministerial do G-20, Lula disse que vários países em desenvolvimento já estão engajados individual e coletivamente em projetos desse tipo – o que viabiliza a participação na área de livre comércio do G-20.

    “Por que não tentar levar essa lógica às suas conseqüências naturais e tratar de termos uma grande área de livre comércio dos países do Sul? Não que deixemos de lado os mercados dos países desenvolvidos, que continuarão a ser fundamentais, mas para explorar plenamente o potencial que existe entre nós e que não depende de concessões do paísess ricos”, enfatizou Lula.

    O presidente fez um apelo para que os membros do G-20 analisem “com carinho” a sua sugestão. Ele defendeu o aprofundamento das discussões sobre a área de livre comércio durante a reunião da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento, marcada para junho de 2004 em São Paulo. “A voz do G-20, além de se fazer ouvir na OMC, ganha ressonância em todos os debates sobre aperfeiçoamento do multilateralismo. São muitos os nossos aliados, inclusive no mundo desenvolvido. Já estamos negociando com a Índia e a África do Sul, fora, obviamente, as iniciativas no interior de cada uma de nossas regiões”, ressaltou Lula.

    Fonte: Agência Brasil